Como o Metaverso irá impactar o consumo de energia?

O Metaverso e o Consumo Energético são dois temas interessantes que têm chamado a atenção recentemente em diversos debates. O conceito de Metaverso ainda não cabe em uma definição exata. É uma união de diversas tecnologias como a realidade aumentada e virtual, inteligência artificial, misturando o mundo virtual ao físico, independente e acessível por meio de qualquer tipo de dispositivo.

O potencial do Metaverso é enorme e algumas empresas já estão se posicionando para se fazer presente nessa nova tendência, com grandes possibilidades de negócios. A estimativa é que esse novo mercado deve chegar a US$ 800 bilhões (R$ 4,5 trilhões) em 2024.

O Gartner prevê que até 2026, 25% das pessoas passarão pelo menos uma hora por dia no Metaverso para trabalho, compras, educação, social e/ou entretenimento.

Segurança de redes e de dispositivos

Há uma série de investimentos necessários. Para suportar o uso massivo dessa plataforma por empresas e usuários, será necessária uma enorme infraestrutura de rede. Com toda a inovação que o Metaverso representa, mais tecnologias serão integradas ao mundo físico ao nosso redor. Haverá mais necessidade de proteger redes e dispositivos contra possíveis interferências.

Sabemos que a rede elétrica no Brasil é instável, sujeita a apagões e blecautes. Só em 2021, vale lembrar, testemunhamos ocorrências de quedas de energia em diversos estados, em virtude da falta de chuvas e da crise hídrica. A busca por soluções de proteção de energia vem crescendo cada vez mais.

Os diversos serviços e plataformas, exigem redes e equipamentos com respostas cada vez mais rápidas e eficazes, estão conectados a tempo todo.

Estamos cercados de máquinas, processos e dispositivos que podem beneficiar-se do Metaverso. Esta será uma tecnologia transformadora, possibilitando novos serviços e exigindo recursos para o gerenciamento avançado de toda a infraestrutura.

Pedro Al Shara é CEO da TS Shara, fabricante nacional de nobreaks e estabilizadores de tensão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.