Evite a perda de eletroeletrônicos após apagões

Ouça a entrevista com o especialista Jamil Mouallem, engenheiro elétrico e diretor Comercial e de Marketing da TS Shara, para a Rádio Planetário

Todos os anos países registram inúmeras quedas de energia elétrica, que prejudicam milhares de pessoas. Diante desse caso, um alerta é levantado para moradores da região Sul do País: como evitar que equipamentos eletroeletrônicos não sejam afetados por problemas na rede elétrica?

Jamil Mouallem, engenheiro elétrico e diretor Comercial e de Marketing da TS Shara, fabricante nacional de equipamentos de proteção de energia, explica: “Quando ocorre uma queda de energia, o aparelho é submetido a picos de eletricidade e isso é o que faz o equipamento queimar. O ideal é que, ao primeiro sinal de que a energia está oscilante, a pessoa tire da tomada todos os equipamentos eletrônicos ou simplesmente desligue o disjuntor geral”, explica.

Para impedir qualquer tipo de prejuízo com a instabilidade de energia causada por apagões, existem alguns dispositivos que ajudam a otimizar a rede elétrica nessas situações de risco. “A partir do momento em que se investe em nobreaks e estabilizadores de tensão, os eletroeletrônicos ficam protegidos de inconsistências de energia. O risco também é diminuído sensivelmente em caso de curtos-circuitos e outros problemas”, comenta o engenheiro.

Nobreaks, estabilizadores de tensão e filtros de linha mantêm a energia elétrica constante, protegendo-os da instabilidade na rede. O nobreak oferece energia adicional para realizar o desligamento seguro de equipamentos, além de proteger contra curto circuitos, picos de tensão, sub e sobretensão e descarga de bateria, amenizando danos e permitindo salvar dados importantes. Já os estabilizadores, como o próprio nome diz, ajudam a estabilizar a tensão caso aconteça alguma alteração na rede elétrica, transformando as tensões altas e baixas em constantes e estáveis.

Confira a entrevista no player abaixo:

Publicação original: Rádio Planetário https://bit.ly/33sEPip

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *