TS Shara no Especial de Energia da revista PartnerSales

Em tempos de pandemia do Covid-19 no mundo, observamos que algumas projeções devem se alterar de forma significativa nos próximos meses, uma delas é o consumo de energia no Brasil que tinha a expectativa de crescimento na ordem de 2,2% em 2020 segundo o Grupo BP, grupo de pesquisa e desenvolvimento do setor energético que há mais de 50 anos atua no Brasil.

Em análise recente, a companhia previa que o consumo seria maior que a média global de 1,2% ao ano, entretanto não dá para saber nesse momento qual será o índice que o país vai chegar até dezembro, afinal muitas operações mudaram o seu ritmo e a dinâmica do mercado é outra, sem dúvida, diante do isolamento social, entretanto o segmento de energia é fundamental para o país tanto no ambiente doméstico quanto corporativo e possibilita inúmeras oportunidades de vendas aos canais especializados na área.

[…]

Para a TS Shara, o Brasil vem adotando medidas estratégicas para atender novos sistemas de energias alternativas. “O nosso país apresenta um enorme potencial hidrelétrico, eólico, entre muitos outros, porém ainda temos muitos problemas ligados a um país com vasta extensão continental e que necessita de investimentos em escalas proporcionais para continuar atendendo as demandas de energia. São necessários cada vez mais sistemas eficientes de proteção e geração de energia, para que as atividades não sejam interrompidas e afetem a produtividade das empresas e usuários, independente de qual seja a área envolvida. Desse modo, as fabricantes de equipamentos de proteção de energia possuem uma oportunidade real para expandir sua operação e desenvolver soluções cada vez mais assertivas para garantir a segurança e eficiência da infraestrutura das redes elétricas brasileiras”, destaca Jamil Mouallem, diretor Comercial e de Marketing da companhia.

Mouallem agrega que a TS Shara investe regularmente em Pesquisa e Desenvolvimento para trazer os melhores produtos de proteção de energia no mercado como nobreaks, estabilizadores e protetores de rede inteligentes. “Um dos destaques do nosso portfólio para 2020 é uma linha de nobreaks para racks denominada UPS Server, que foi desenvolvida com os recursos mais avançados de engenharia para atender aplicações em datacenters e servidores. Além disso, planejamos as linhas de geração de energia, conhecido como Inversores Off Grid e On Grid, que funcionam como acumuladores de energia para áreas críticas onde o fornecimento ainda é muito caro ou não atende determinada localização. Além de ser um sistema muito eficiente, é capaz de se adaptar à diversas situações, além de funcionar como um redutor de consumo de energia, pois é capaz de acumular a luz do sol”, conta o executivo.

[…]

Com o avanço da TIC, IoT (Internet das Coisas) e da Transformação Digital, a demanda por soluções de proteção de energia vem crescendo, seja no âmbito corporativo quanto nas aplicações residenciais e de pequenos e médios negócios (SMB) esta é a posição da TS Shara. “Os nossos produtos são aplicados em diversos segmentos da economia, mas algumas áreas têm se destacado devido ao cenário atual desses mercados. As principais são: Sistemas de Segurança, Videomonitoramento, Automação Comercial, Provedores de Internet, Telecomunicações, Bancos, Hospitais, Varejo, Indústria, Governo, Distribuição e Varejo, e E-commerce e Integradoras de soluções”, pontua Mouallem.

[…]

Por sua vez, a TS Shara investe continuamente em um programa dinâmico de capacitação do canal para que ele consiga atender as demandas do mercado. “Isto permite que o nosso parceiro possa efetuar ótimos negócios e abrir novas oportunidades na comercialização de soluções de segurança em energia, em todo o território nacional. Nosso posicionamento é simplificar a atividade das distribuidoras e revendas especializadas fornecendo equipamentos completos e robustos, além de facilidades em seu uso, apesar do elevado nível tecnológico, para geração de novos negócios para o canal. Uma vez que a energia se tornou um elemento crucial para manter a operação do mundo hiperconectado, foi possível desenvolver uma diversidade de produtos onde os canais podem oferecer para complementar os projetos aplicados em sistemas críticos que necessitam de energia ininterrupta”, diz Mouallem.

Publicação original: https://bit.ly/3e6H11X

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *